Tópicos: Mercado de Trabalho

Você sabe o que é e como fazer uma boa apresentação pessoal? Se sua resposta é não, este artigo é para você!

Uma apresentação pessoal pode ser requisitada em diversas etapas da vida, desde a escola até o mercado de trabalho. 

Contudo, existem momentos em que essa apresentação pode ser definidora, especialmente em entrevistas de emprego

Dessa forma, é essencial saber como fazer uma boa apresentação pessoal, seja escrita ou falada. 

Neste artigo, falaremos mais sobre o assunto, trazendo dicas de como se sair bem em uma apresentação pessoal. 

Confira:
O que seria uma apresentação pessoal?
Quais são os tipos de apresentação pessoal?
Como fazer uma boa apresentação pessoal?
Como escrever uma boa apresentação pessoal?
Conclusão

apresentacao-pessoal - homem de camisa e gravata olhando em direção à câmera no escritório

O que seria uma apresentação pessoal?

Uma apresentação pessoal é uma exposição que o indivíduo faz de si mesmo, elencando suas principais características, habilidades e vivências.

Essa apresentação costuma ser requisitada em diversos momentos da vida, podendo acontecer em contextos escolares, acadêmicos e profissionais. 

Se você recordar o tempo de escola, certamente se lembrará das apresentações que os alunos faziam no primeiro dia de aula, falando seu nome, idade, o que gostavam de fazer e a matéria favorita. Esse é um tipo de apresentação pessoal mais simples!

A apresentação pessoal serve para dar aos outros uma noção de quem um indivíduo é e de como ele se coloca diante do mundo. 

Em contextos profissionais, como em uma entrevista de emprego, por exemplo, essa apresentação pode ter um papel decisivo para conquistar ou não a vaga desejada.

Ou seja, saber realizar uma boa apresentação pessoal é indispensável para a vida de todas as pessoas. 

Quais são os tipos de apresentação pessoal?

Uma apresentação pessoal pode ser feita de diversas formas. Abaixo, trazemos as principais:

  • Apresentação pessoal ao vivo

Esse é o tipo mais comum, é quando uma pessoa se apresenta frente a outra ou a um público.

Nesse caso, o indivíduo que está se apresentando deve atentar-se ao tom do discurso, ao vocabulário utilizado, à clareza do que está sendo tipo e até ao vestuário. 

Esse apresentação costuma ser requisitada em entrevistas de emprego e acadêmicas, como seleções de mestrado e doutorado

  • Apresentação pessoal escrita

Assim como o nome indica, esse tipo de apresentação é feito através da escrita. 

Nela, as pessoas produzem um texto com suas principais características, habilidades e vivências.

Esse tipo de apresentação pessoal costuma acompanhar ou introduzir currículos e também é utilizada como critério de seleção em muitas oportunidades acadêmicas. 

  • Apresentação pessoal em vídeo e áudio

Com as novas tecnologias, outros formatos de apresentação pessoal também vêm sendo requisitados. 

Atualmente, muitas empresas pedem para que os candidatos a determinada vaga enviem uma pequena apresentação sua nos formatos de vídeo e áudio durante o processo seletivo. 

O princípio é mesmo das apresentações ao vivo e escrita, a diferença está principalmente no tempo, que costuma ser mais enxuto e delimitado nesses casos.

Como fazer uma boa apresentação pessoal?

Agora que você já sabe o que é e quais são os tipos de apresentação pessoal que existem, vamos explicar passo a passo como fazer uma. 

Confira:

1 - Conheça seu público

Durante a vida profissional, é comum ter que se comunicar com diversos públicos, sejam líderes da empresa, clientes ou seus colegas de trabalho. 

Para cada perfil de público, será preciso utilizar um tipo de discurso e tom diferente. 

Dessa forma, na hora de realizar uma apresentação pessoal, é essencial conhecer bem seu público-alvo, garantindo, assim, sua melhor performance. 

Em todos os casos, procure ser honesto e sincero em sua apresentação, falando sobre si de forma transparente e natural.

Você já deve ter ouvido muitas pessoas dizerem que seu maior defeito é o perfeccionismo, certo? Evite esse tipo de resposta. 

Se for requisitado que mencione um defeito, aponte uma falha real e demonstre o que você vem fazendo para melhorar em determinado aspecto. 

Isso mostra maturidade e honestidade.  

Além disso, outra dica que funciona para todos os públicos é evitar excesso de gírias. Afinal, elas podem comprometer a fluidez e a compreensão do que está sendo dito. 

Também tome cuidado com o excesso de formalidade, o que pode ficar forçado.

A receita é tentar encontrar um equilíbrio entre o formal e o informal, sendo sempre honesto em relação às suas habilidades, defeitos e experiências. 

2 - Cuidado com o tempo

Muitas pessoas, especialmente profissionais mais experientes e com mais tempo de carreira, tem um currículo extenso, com diversas experiências e habilidades. 

Nesses casos, pode ser muito tentador falar muito sobre si, citando toda a sua trajetória até o momento. 

Ao fazer isso, contudo, você corre o risco de ficar muito tempo na apresentação pessoal, tornando seu discurso cansativo. 

O ideal é sempre falar sobre os pontos mais relevantes da sua trajetória profissional. Não existe a necessidade de mencionar seu primeiro estágio ou uma monitoria que você fez na faculdade, por exemplo. 

Ter cuidado com o tempo e a extensão de sua apresentação pessoal é essencial para garantir que as principais informações sobre você sejam absorvidas.

3 - Nada de decoreba

Realizar uma apresentação pessoal em frente ao público é algo muito desafiador e que pode causar nervosismo

Em função disso, é comum que muitos profissionais tentem decorar um texto para esse momento. No entanto, essa não costuma ser uma boa estratégia. 

Decorar um texto pode transparecer insegurança, ainda mais quando você está nervoso, podendo se esquecer de tudo.

Durante seu discurso, procure realizar pausas, olhe nos olhos das pessoas que são seus interlocutores e sorria quando convier.

Isso tira sua apresentação do modo automático e faz com que as pessoas sejam cativadas pelo sua sala.

apresentacao-pessoal-como-fazer - mulher de pé em frente de colegas que estão sentando em volta de uma mesa de reuniões

4 - Treine 

Se você não se sente confiante ou nunca realizou uma apresentação pessoal importante, uma ótima dica é treinar o seu discurso.  

Anote alguns tópicos e fale olhando para o espelho, observando suas expressões, o ritmo de sua fala e clareza do que está sendo dito. 

Se for o caso, chame uma pessoa de confiança para ouvi-lo e dar o seu parecer sobre sua apresentação.

Faça isso quantas vezes julgar necessário até ganhar confiança para mandar bem na hora da apresentação. 

Outra dica é gravar a apresentação com o celular e assistir para verificar bem os pontos fortes e fracos.

Assim, você garante o melhor desempenho possível. 

5 -  Trabalhe sua autoestima

Você sabia que a falta de autoestima atrapalha muitas pessoas no momento de realizar uma apresentação pessoal?

Por isso, o primeiro passo para se sair bem nessa etapa é ter confiança em si mesmo, reconhecendo que suas qualidades, habilidades e experiências passadas podem ser um diferencial. 

Pense em tudo o que é positivo para trazer no seu discurso e não tenha vergonha de fazê-lo!

Como escrever uma boa apresentação pessoal?

Muitas empresas costumam pedir uma apresentação pessoal junto ao currículo. 

Uma apresentação pessoal escrita é muito diferente da oral, exigindo muita objetividade e clareza. 

Abaixo, separamos em tópicos as principais informações para escrever uma boa apresentação pessoal:

  • Destaque apenas uma ou duas habilidades relevantes para o cargo;
  • Explique como tais habilidades ajudaram os seus empregadores passados;
  • Aproveite este gancho para mencionar as empresas mais relevantes no seu currículo;
  • Mencione o seu próximo objetivo profissional;
  • Explique como a vaga atual vai te ajudar a atingir este objetivo;
  • Encerre falando como você vai ajudar a empresa a crescer.

Fazer uma apresentação pessoal não se trata de contar toda a sua vida, mas mencionar os fatos mais relevantes para a vaga ou oportunidade em questão.  

Conclusão

Neste artigo, falamos sobre apresentação pessoal, explicando o que é e como fazer. 

Se você gostou deste texto, não deixa de conferir outros conteúdos do EAD Unoesc:

New call-to-action

 

Inscreva-se em nosso blog

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.